13 de outubro de 2014

Polêmico, “Azul é a Cor Mais Quente” é exibido no Cine Sesc

Ao cruzar na rua com Emma, bela moça de cabelos azuis, a adolescente Adèle irá se deparar com desejos novos que farão sua vida mudar radicalmente. Esse é o mote de “Azul é a cor mais quente” (La Vie d'Adèle, 2013, 180 minutos), de Abdellatif Kechiche, atração dessa terça-feira, 14 de outubro, às 19:00, no Cine Sesc Arsenal. Classificação indicativa: 18 anos.

O filme integra programação do oitavo ano de exibições do “Imagens em Pauta”, projeto realizado pelo Sesc Mato Grosso em parceria com a Pró-reitoria de Cultura, Extensão & Vivência, Cineclube Coxiponés e Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal de Mato Grosso. Cada sessão é iniciada com informações sobre o filme programado. Após exibição, os participantes conversam sobre o filme e depois são convidados a tomar um gostoso cappuccino oferecido pelo Sesc Mato Grosso.

Em outubro o “Imagens em Pauta” exibe três filmes recentes reunidos sob a temática “Paixões e Intensidades”. Neles, conheceremos personagens que, ao se apaixonar, deparam-se com intensidades ainda não experimentadas. Entre a adolescência, juventude e idade adulta, essas paixões revelam maneiras de amar e impulsionam tais personagens a lidar consigo próprios e com o outro, a superar adversidades e amadurecer.

Sobre o filme
“Azul é a cor mais quente” mostra o cotidiano de Adèle (Adèle Exarchopoulos), adolescente francesa que cursa o ensino médio e que, como é próprio à idade, começa a descobrir e vivenciar sua sexualidade. Depois de um rápido envolvimento com um estudante mais velho, Adèle cruza na rua, por acaso, com Emma (Léa Seydux), uma jovem artista plástica que é assumidamente gay. Irresistivelmente atraída por Emma, Adèle fará o possível para estar cada vez mais perto da moça de cabelos azuis. Parte da trama de "Azul" é baseada na história em quadrinhos homônima de Julie Maroh, embora também tenha como inspiração o livro "A Vida de Marianne", de Pierre de Marivaux.

“O que há de fascinante neste Azul-Kechiche é a veemência com que o autor, mais uma vez, afirma sua modéstia diante de suas personagens, como lhes permite, e ao mundo que habitam, se manifestarem na tela e irradiarem no espírito dos espectadores. "Azul..." é o filme que mais se destaca neste ano tão fraco, de 2013. Mesmo que fosse um ano forte, seria, ainda assim, um filme especial: desses cujas imagens, aparentemente tão simples, chegam a nossos olhos, encantam, não se deixam esquecer” (Inácio Araújo. Folha de São Paulo, 06/12/2013).

Colecionando polêmicas antes mesmo de ser lançado, “Azul” foi o filme-sensação no Festival de Cannes de 2013, tendo recebido o Prêmio Fipresci (concedido pela crítica internacional) e a Palma de Ouro, que pela primeira vez na história do festival, foi concedido não apenas ao cineasta Abdellatif Kechiche, mas também às protagonistas do filme, Adèle Exarchopoulos e Léa Seydoux.

Sobre a Palma de Ouro para ‘Azul’, Gilles Jacob, presidente do Festival de Cannes, comentou: "O júri desejava entregar o prêmio de interpretação ex æquo [igualmente] para Adèle Exarchopoulos e Léa Seydoux, além da Palma de Ouro para o filme. O regimento não permite. O júri então decidiu associar oficialmente as duas atrizes à Palma".  Durante a premiação a única Palma de Ouro disponível foi entregue ao diretor do longa. As atrizes receberam o troféu em cerimônia informal realizada em 4 de fevereiro de 2014.

Abdellatif Kechiche nasceu em 07 de dezembro de 1960, em Tunis, na Tunísia. É também ator e roteirista. Fez sua estréia como diretor em 2000 com “A culpa é de Voltaire”. Em 2012, o “Imagens em Pauta” exibiu “À Esquiva”, filme de Kechiche realizado em 2004 e premiado com o César de melhor filme.

Próximo filme: “Tatuagem”
Na terça-feira, 21 de outubro,o “Imagens em Pauta” encerra o Ciclo “Paixões e Intensidades”, com a exibição “Tatuagem” (Brasil, 2013), de Hilton Lacerda.

Serviço
O quê: Azul é a Cor Mais Quente
Direção: Abdellatif Kechiche
Quando: Terça-feira, 14 de outubro, às 19:00
Onde: Cinema Sesc Arsenal
Classificação indicativa: 18 anos
Entrada Gratuita

Nenhum comentário:

Postar um comentário