11 de agosto de 2014

Juliette Binoche estrela filme sobre estudantes prostitutas

Em sua última reportagem para uma revista de prestígio, jornalista mergulha em uma rede de prostituição guiada por duas jovens universitárias em “Elles” (Elles, 2011), de Malgorzata Szumowska, atração dessa terça-feira, 12/08, às 19h00min, no Cine Sesc Arsenal.  

O filme integra programação do oitavo ano de exibições do “Imagens em Pauta”, projeto realizado pelo Sesc Mato Grosso em parceria com a Pró-reitoria de Cultura, Extensão & Vivência, Cineclube Coxiponés e Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal de Mato Grosso. Cada sessão é iniciada com informações sobre o filme programado. Após exibição, os participantes conversam sobre o filme e depois são convidados a tomar um gostoso cappuccino oferecido pelo Sesc Mato Grosso.

 Małgorzata Szumowska nasceu em Cracóvia, Polônia, em 1973. Ela passou dois anos estudando História da Arte na Universidade Jagiellonian, antes de começar os estudos de cinema. A diretora se formou na célebre faculdade de cinema de Łódź, onde também estudaram os cineastas poloneses mais conhecidos internacionalmente: Andrzej Wajda, Roman Polanski e Krzysztof Kieślowski. Ainda estudante, Szumowska fez seu primeiro curta-metragem, “Cisza” (Silêncio), documentário em que tentou capturar a vida simples de uma família rural polaca.

Szumowska trabalhou também como co-produtora de “Anticristo”, filme de Lars von Trier lançado em 2009. Em 2011, ela terminou seu primeiro projeto internacional, “Elles”, estrelado por Juliette Binoche. A estreia mundial de Elles ocorreu no Festival Internacional de Toronto. Em 2013, por “Em nome de...”, recebeu o Prêmio Teddy de Melhor Filme com Temática LGBT no 63º Festival Internacional de Berlim.

Sobre o filme
Jornalista de uma grande revista voltada para o público feminino, Anne (Juliette Binoche) trabalha em uma matéria sobre a prostituição estudantil. Ela consegue os depoimentos de duas estudantes de Paris, Alicja (Joanna Kulig) e Charlotte (Anaïs Demoustier), que abrem suas vidas sem pudor ou vergonha. Tais confissões acabam ecoando no dia a dia de Anne e interferindo em seus relacionamentos pessoais.

Diferindo do comum retrato onde a prostituição representa o único caminho possível para fugir da miséria, em “Elles” a cineasta Malgorzata Szumowska constroi um filme no qual as personagens escapam de um olhar que as vitimize ou as condene moralmente. Aqui, a vontade própria parece guiar as decisões dessas garotas que Anne encontra em sua pesquisa.

Próximo filme
Na próxima semana, o Imagens em Pauta continua o “Ciclo Cinema Francês Recente” com a exibição de “Um estranho no lago” (França, 2013, 92 minutos), de Alain Guiraudie. Não perca! Se você deseja ser avisado sobre as exibições do projeto envie um email para imagensempauta@gmail.com com a informação “Cadastrar e-mail”. Para outras informações, siga o “Imagens em Pauta” no Twitter: @ImagensEmPauta.

Sobre o Sesc Arsenal
O Sesc Arsenal é um centro cultural que conta com espaços como Biblioteca, Banco de Textos de Artes Cênicas, Teatro, Centro de Difusão e Realização Musical, Galeria de Arte e Choperia. Confira as atividades culturais que este centro cultural oferece através do blog www.sesc-mt.blogspot.com ou pelo telefone 3611 0550.

A programação do “Imagens em Pauta” é gratuita e direcionada aos curiosos e interessados em cinema. Endereço: Rua Treze de Junho, s/nº, bairro Porto (amplo e seguro estacionamento com entrada pela rua lateral). Atenção: o estacionamento do Sesc Arsenal é gratuito para pessoas que participam das atividades culturais e recreativas da unidade (incluindo Choperia e Bulixo). É preciso carimbar o ticket de estacionamento para isentar o pagamento da taxa.

Para cancelar o recebimento deste boletim, envie uma mensagem com o Assunto “Cancelar Recebimento” para imagensempauta@gmail.com.

Serviço
O quê: Elles
Direção: Malgorzata Szumowska
Quando: Terça-feira, 12 de agosto, às 19h00min
Onde: Cine Sesc Arsenal
Classificação indicativa: 16 anos
Entrada Gratuita

Um comentário:

  1. Falando do filme, foi uma produção que valia muito avaliação em 2011. A questão da prostituição está presente na trama, e, portanto, eu me importo ainda mais. Uma série atual este assunto é serie o negocio , onde podemos ver como os protagonistas recorrem a este Practia para ter sucesso, eu recomendo para este 2016, uma estréia que eu esperava muito.

    ResponderExcluir