21 de março de 2014

"Quadrinhos em Revista", de Yasmin Nadaf, em exposição no Palácio Paiaguás

A partir desta sexta-feira (21) tem início, no Palácio Paiaguás, a exposição Quadrinhos em Revista, formada por materiais de pesquisas e da coelação pessoal de Yasmin Nadaf. A pesquisadora apresenta ao público quadrinhos locais, nacionais e internacionais desde o século 19. A exposição que já passou pelas unidades do Sesc Arsenal, Cáceres, Poxoréu e Rondonópolis fica na sede do Governo de Mato Grosso até o dia 25 de Abril.

O interesse pelos quadrinhos e pela literatura surgiu na infância da colecionadora cuiabana. Yasmin considera os quadrinhos como muito importantes, pois incentiva a leitura e a arte de criação. Para ela são pontos que unem duas artes (textos e desenhos) que se encontram para contar história, e formam a capacidade do desenvolvimento artístico cultural, além de estimular o hábito pela leitura.
A exposição apresenta um amplo e significativo panorama da trajetória das Histórias em Quadrinhos, expondo originais de obras clássicas e modernas, que refletem as tendências da aventura, da ação e do humor. O trabalho da curadora Rosana Schmitt visa à comunicação direta com o público, possibilitada por painéis contendo textos e imagens com a intenção de provocar a reflexão do público diante dos originais expostos.

A pesquisa feita para a exposição percorreu etapas e manifestações importantes do universo HQ, resultando em uma proposta expositiva com formato coeso. Apresenta, além da sua história, também desenhistas, ilustradores, roteiristas, editores e, por consequência, personagens importantes das HQs. Privilegiando as histórias em quadrinhos brasileiras e apresentando um recorte significativo dos quadrinhos mato-grossenses.
O acervo apresentado compõe-se, principalmente, de obras em quadrinhos produzidas em língua portuguesa com exemplares raros de algumas edições da famosa revista “O Tico-Tico”, também conhecida como o "jornal das crianças", que surgiu em 1905 e foi com certeza a revista infantil mais popular do Brasil em sua época, responsável por educar, inspirar brincadeiras e originar novas histórias na imaginação de milhares de crianças impulsionando o hábito da leitura. Yasmin tem publicação da década de 30, desta revista, que tornou-se a preferida do público por 50 anos e definiu uma nova etapa na história da literatura brasileira.

A organização desta exposição se dá de forma a trazer mais informações que possam também colaborar para uma melhor compreensão da relação que as HQs estabelecem com material literário, através de exemplares da inestimável “Edição Maravilhosa”, da década de 50, juntamente com exemplares da Coleção Grandes Clássicos em Graphic Novel de 2007, e clássicos da literatura como O Alienista, Dom Quixote e outros.

A exposição estará aberta ao público de 21 de Março a 25 de Abril, de segunda a sexta-feira das 08h às 12h e das 14h às 17h30 no Palácio Paiaguás.

Agendamento pelo telefone 3613-4360 (falar com Flávia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário