12 de novembro de 2012

IMAGENS EM PAUTA apresenta COCO CHANEL E IGOR STRAVINSKY




O romance entre a estilista francesa Coco Chanel e o compositor russo  Igor Stravinsky é mote do filme “Coco Chanel e Igor Stravinsky” (França, 2009, 120 minutos), de Jan Kounen, atração desta terça-feira, 13 de novembro, às 19h, no CineSesc, no Sesc Arsenal. Classificação indicativa: 18 anos. 
   
O filme integra a programação do sexto ano de exibições do “Imagens em Pauta”, projeto realizado pelo Sesc Mato Grosso em parceria com a Pró-reitoria de Cultura, Extensão & Vivência, Instituto de Linguagens e Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal de Mato Grosso. O “Imagens em 
Pauta” promove o interesse em ver e saber mais sobre filmes de diferentes estéticas e  cinematografias, além de estimular a prática social de frequentar uma sala de cinema. 

Entre os meses de setembro e novembro, a partir do acervo de filmes do Sesc, o Imagens em Pauta exibe, no Ciclo Cinema Francês Atual, títulos da recente cinematografia francesa. É uma oportunidade única para conferir filmes franceses, em sua maioria inéditos em Cuiabá, que percorreram importantes festivais de cinema e provocaram plateias em diferentes lugares do mundo. Depois da sessão, como já é de costume, é oferecido um delicioso cappuccino aos participantes, na Varanda Arsenal. 


Sobre o fime  

“Coco Chanel e Igor Stravinsky”  é mais um dos títulos recentes a contar um pouco da biografia de Chanel. Em "Coco antes de Chanel", que estreou  no Brasil  no fim de 2009,  com Audrey Tautou no papel da estilista, o foco era mostrar a vida de Gabrielle Chanel antes de virar a estilista conhecida como Coco Chanel. Já no longa "Coco Chanel e Igor Stravinsky", a história concentra-se apenas no affair entre a criadora do "pretinho básico" e o autor da famosa sinfonia "A Sagração da Primavera". 


O primeiro encontro entre eles, aliás, deu-se justamente na primeira apresentação pública que Stravinsky fez de sua mais conhecida sinfonia, em 1913, no Teatro Champs-Élysées, em Paris. Coco Chanel estava na plateia e foi uma das poucas que não se chocou com a encenação da composição, marcada por ter revolucionado os padrões artísticos de melodia e coreografia da época. 

Sete anos depois, já nos anos 20, os dois se reencontram em uma festa,  também em Paris. Chanel já tinha seu estilo de criar definido e era bem conhecida no mundo da moda. Stravinsky amargava na França um período de exílio por conta da Revolução Russa. Com a ideia de oferecer a ele um lugar tranquilo onde teria inspiração para voltar a compor, Chanel o convida, juntamente com sua família, para hospedar-se durante um tempo em sua casa de campo, ainda na França. É lá que o romance entre os dois, repleto de cenas 
intensas e tensas de amor, acontece, sob os olhos da mulher de Stravinsky, Katarina, vivida por Yelena Morozova. 

O filme é uma adaptação do livro homônimo, escrito pela inglesa Chris Greenhalgh e lançado em português recentemente. E todo o figurino de Anna Mouglalis, como não poderia deixar de ser, é assinado pela Maison Chanel e foi feito especialmente para o longa, em um processo de criação que envolveu de perto Karl Lagerfeld, no comando da grife desde 1983. 

Uma curiosidade: foi durante seu romance com Stravinsky que Chanel lançou seu icônico perfume Chanel Nº5 

Serviço
O quê:  Coco Chanel e Igor Stravinsky
Direção: Jan Kounen
Quando: Terça-feira, 13/11, às 19h
Onde: Cine Sesc | Sesc Arsenal
Classificação indicativa: 18 anos
Entrada Gratuita

Trailer:
http://youtu.be/NN2ygw6kkI4




Nenhum comentário:

Postar um comentário