23 de abril de 2012

SESC ARSENAL apresenta SEMANA SESC DE LEITURA E LITERATURA 2012



O processo de aprendizagem leitora e, conseqüentemente, a formação de um leitor, é uma tarefa complexa e que exige a criação de hábitos de leitura como condição fundamental, quer para emergência da competência leitora e instrumento facilitador da aprendizagem do código, quer para o desenvolvimento de competências específicas mais complexas que levam à compreensão e à análise critica do escrito como porta de acesso à informação e ao conhecimento. Partindo dessa premissa, o SESC Mato Grosso, enquanto promotor e fomentador do livro e da leitura, realiza ações de mediação para práticas leitoras que contribuam para formação de leitores competentes, autônomos e capazes criticamente de avaliar o texto e construir hipóteses interpretativas sobre o mesmo.  

Atento à importância de apresentar os resultados desse trabalho que é processual e de refletir sobre o processo, lançando novos olhares que possam contribuir para o melhoramento do mesmo, o SESC Mato Grosso realizará, no período de 24 a 27 de abril de 2012, a Semana SESC de Leitura e Literatura. A programação conta com mesa redonda, palestras, oficinas, espetáculos, sessões de narração de histórias, exibição de filmes com temática literária e bate-papos.

Vale ressaltar que a Semana SESC de Leitura e Literatura vem fortalecer as ações educativas do SESC na modalidade literatura, abrindo as suas atividades com um projeto que mobilizará uma multiplicidade de olhares, com o objetivo maior de potencializar práticas de formação de leitores, assentando sua realização como um ponto de partida para o processo criativo de todo o exercício de 2012.

SESC Mato Grosso

ara as oficinas abertas ao público:
Inscrições na Secretaria do SESC Arsenal a partir de 03/04.

Para palestras e apresentações noturnas:
Distribuição de senhas uma hora antes do inicio da atividade.

Para agendar grupos escolares:
Entrar em contato através dos telefones:
(65) 3616-6922
(65) 3616-6901




LIVRO ABERTO CONTO CERTO
Com Vinícius Rangel (MT)

Usar o livro ilustrado como suporte para ler e contar histórias é o intuito dessa oficina, que proporcionará às crianças exercícios lúdicos de contação. 


Data: 25, 26 e 27/04
Horário: 14h às 17h
Local: Laboratório da Palavra
Inscrições: Agendamento Escolar




HQ MANUAL DE INSTRUÇÃO
Com Augusto Figliaggi (SP)

As HQs, além de despertarem o interesse pela leitura, também desenvolvem a aptidão artística e a criatividade. É pensando em compreender melhor essa linguagem que esta oficina foi criada. Seu objetivo é analisar de que forma a oralidade é representada no texto escrito e observar como os elementos visuais presentes nas histórias colaboram para sua compreensão.

Data: 24/04 - 14h às 17h / 25, 26 e 27/04 - 09h às 12h
Local: Banco de Textos 
Inscrições: Agendamento
Escolar



HUMOR E HISTÓRIAS
Com Elaine Guarani (SP)

A oficina pretende desenvolver, de maneira lúdica, as habilidades corporais e vocais cômicas para serem utilizadas na contação de histórias. Isto será feito a partir da investigação de recursos de papel (cenários, adereços e desenhos), técnicas corporais cênicas e utilização do potencial vocal para a elaboração dos personagens. 

Data: 24/04 - 14h às 17h / 25, 26 e 27/04 - 09h às 12h
Local: Laboratório da Palavra
Inscrições: Agendamento Escolar



A CRITICA COMO ESCRITA CRIATIVA 
OU DO CRICRI AO CRÍTICO

Com Frederico Barbosa (SP)

A grande questão discutida nesta oficina é o que caracteriza a postura crítica diante de uma obra de arte. Trabalhando as diferentes formas de abordagem possíveis à produção artística, sintetizadas em paráfrase, comentário, interpretação e análise, os participantes serão levados a ler detalhadamente a própria crítica e produzir textos a partir da leitura de obras que lhes serão apresentadas.

Data: 24 a 27/04
Horário: 14h às 17h
Local: Salão Social
Inscrições Gratuitas




TECENDO CONTOS: O CONTAR HISTÓRIAS
E A LITERATURA NA SALA DE AULA

Com Giba Pedroza (SP)

“Conte histórias, leia histórias em voz alta, dê livros bons para as crianças lerem sozinhas. O futuro agradece. O seu, o delas, o da humanidade’’ (Ana Maria Machado).  Em vista deste pressuposto, a oficina tem a pretensão de despertar o contador de histórias que vive adormecido dentro de nós, para que comece a semear a vida com a magia das histórias.


Data: 26 e 27/04
Horário: 18h às 22h
Local: Laboratório da Palavra
Inscrições Gratuitas







ROGER MELLO E MARIANA MASSARANI (RJ)
Data: 24/04 / Horário: 15h40 / Local: Teatro / Entrada Franca


GIBA PEDROZA (SP)

Data: 26/04 / Horário: 15h40 / Local: Teatro / Entrada Franca





LIVRO ILUSTRADO: PALAVRA E IMAGEM EM DEBATE
Com Roger Mello (RJ) e Mariana Massarani (RJ)

 Por muitos anos, a ilustração sempre se posicionava em segundo plano, era como um apoio para o texto. Hoje ela deixou de ser coadjuvante para dividir a contação da história com o escritor. Nessa perspectiva, a palestra se propõe a debater a importância de valorizar o contato com o livro e a contribuição da imagem no processo educacional. 


Data: 24/04 / Horário: 19h30 / Local: Teatro / Entrada Franca



A GENTIL ARTE DE NÃO GOSTAR
Com Frederico Barbosa (SP) e Franceli Mello (MT)

Nesta palestra, o crítico e poeta Frederico Barbosa apresenta algumas questões fundamentais sobre a prática da crítica literária. Serão discutidas questões gerais, como a distinção entre crítica e teoria literária; as sutilezas do julgamento de valor; a necessidade de se discutir a fundo como se forma o “gosto” e a eterna confusão entre crítica e classificação. Em seguida é proposto o método da expansão indagadora em contraponto ao método do aparente esclarecimento redutor. A professora Franceli Mello discorre sobre a crítica teatral praticada por Machado de Assis no início de sua carreira, quando o autor se engajou no projeto político-cultural que visava à modernização da sociedade brasileira com vistas à inserção no “mundo civilizado”.

Data: 25/04 / Horário: 19h30 / Local: Teatro / Entrada Franca



PALAVRAS COMPARTILHADAS

Em "Palavras Compartilhadas" a artista Rosana Ricalde realiza a ousadia de fazer uso da liberdade entre arte e criação (desconstrução) de linguagem. Em sua obra, a estrutura vocabular é extremamente exposta, ciente de sua visualidade onde a reconstrução das palavras trafega da forma literária para a forma visual. Ao apropriar-se de textos teóricos ou poéticos, a artista apresenta uma nova leitura de linguagem, remetendo-nos ao poder da palavra ao longo dos tempos.  O percurso de Rosana Ricalde, repleto de processos particulares e universais, é também ligado às vanguardas da arte conceitual, aos movimentos artísticos do século XX, como o Dadaísmo, a Poesia Concreta e o Surrealismo numa flagrante confluência de elementos contemporâneos.


Data: 27/04
Horário: 19h às 21h
Local: Banco de Textos
Entrada Franca




FORRÓ DE HISTÓRIAS
Com Cia Porrada de Teatro (MT)

A batida do pandeiro, o rebuliço do triângulo e o chacoalhar do caxixi avisam que o Forró de Histórias vai começar. Os encantos de cada personagem, o cenário de cada história e as macaquices do enredo nos preparam para a magia do contar. Os sapos pululam, o leão e o ratinho se entrelaçam, a onça e o macaco se atracam e a cigarra e a formiga se abraçam.  É o som do forró, é o canto do coco, é a voz do contador, prontos para “forrozear”.


Data: 24/04 às 14h / 25/04 às 09h
Local: Teatro
Entrada Franca


TRÊS BOM HUMOR: EVA FURNARI, TATIANA BELINKY 
E SILVIA ORTHOF

Com Giba Pedroza (SP)

Um passeio pela obra de três verdadeiros pilares da literatura infantil brasileira, trazendo todo o bom humor, a inteligência e a sagacidade de Tatiana Belinky, Silvia Orthof e Eva Furnari. O espetáculo consiste em divertidos e curtos contos, poemas, limeriques, trava-línguas e outros brinquedos com palavras que foram criados por estas autoras, as quais souberam como poucos respeitar e valorizar o imaginário e a criatividade infantil.

Data: 26/04
Horário: 09h
Local: Teatro
Entrada Franca


ESSES VIAJANTES E SUAS HISTORIETAS DE PAPEL
Com Cia Arte Negus (SP)

Cabeça e Magreta são dois viajantes. Andaram por vários locais do Brasil: desde pequeníssimas vilas no meio do nada até cidades cheias de cimento e asfalto. Durante essas andanças, descobriram que o encanto desses lugares está nas pessoas que encontraram em cada um deles. Além disso, perceberam algo ainda mais sutil: elas são feitas de histórias, o que as torna fascinantes. A partir de então, estão sempre dispostos a tirar de suas malas alguns destes causos, pois sabem que eles podem servir de matéria-prima para que outros indivíduos construam a si próprios.

Data: 25, 26 e 27/04
Horário: 14h
Local: Teatro
Entrada Franca


ANDARILHOS DAS ESTRELAS
Com Cia Tibanaré (MT)

Andarilhos das Estrelas é uma intervenção em forma de cortejo, composta por três “ledores” de poesia e um músico. Os personagens vagueiam por espaços urbanos, levando a poesia e a música às pessoas que encontram pelo caminho. A fim de despertar nelas a sensibilidade escondida por trás dos artefatos e tecnologias do cotidiano, valem-se de cantigas de roda, dança e poesias da Literatura Brasileira e Regional.

Data: 26/04
Horário: 20h
Local: Jardim
Entrada Franca 


ZÔO-ILÓGICO
Com Cia Truks (SP)


Zôo-Ilógico traz para os palcos uma idéia aparentemente simples, mas de fundamental importância para as crianças: o estímulo ao processo criativo e à invenção. Durante a peça, desfilam pela cena mais de uma dezena de divertidas e inusitadas criaturas animadas, que são imaginadas e ganham vida a partir de simples objetos do cotidiano. Tudo começa quando pai e filho resolvem fazer um piquenique no Zoológico. Ao encontrarem as portas do parque fechadas, não se intimidarão em criar, com certo non-sense, o seu zoológico particular, em que bichos serão feitos de pratos, panos, garrafas, talheres e tudo o mais que estiver ao alcance de suas mãos. As nada comuns criaturas viverão situações cômicas ou poéticas. Estará criado o Zôo-ilógico, possível na imaginação de todos. E aberto, sempre!


Data: 27/04
Horário: 20h
Local: Teatro
Entrada Franca






Nenhum comentário:

Postar um comentário