8 de setembro de 2011

CABEÇA ATIVA discute: A Direção no Teatro Documentário - A Cartografia ou o Simulacro da Vida?





Cabeça Ativa: A Direção no Teatro Documentário A Cartografia ou o Simulacro da Vida? 
Com Maira Jeannyse



 Ação de interferência positiva para saltos criativos no processo de integração dos grupos locais de teatro e interessados, fortalecendo subsídios para que este coletivo crie a autonomia necessária para dar continuidade à pesquisa dentro e fora do projeto. Configura-se como um programa sistemático de estudos, desenvolvido a partir de temáticas pré-estabelecidas.

O que a vida cotidiana emana? 
Personagens reais constroem a cena no teatro documentário.
O quanto de simulacro a direção teatral, no teatro documentário, utiliza para cartografar a vida?
O teatro documentário apropria imagens produzidas no espaço-tempo das cidades, captura estilhaços do cotidiano e os leva para a cena. 
Registra, corta, edita... Produz subjetividade ou reproduz o real?
A observação da vida gera novas narrativas? Antropológicas?
Quais materialidades advêm desta relação?
Talvez a cena se torne um organismo vivo.
Talvez o simulacro, potencializado pela direção, distorça a vida.
A legitimidade do teatro está em simular a vida ou propor um simulacro da vida?
Fragmentar imagens para reterritorializar indivíduos – a vida, a cena, as duas.
Cabeça-ativa desta edição propõe, além da construção do pensamento, uma prática deste pensamento – documentar “algo que sirva pra alguma coisa”. 


SESC Arsenal - 09, 23, 27, 28 de setembro - 19h - Banco de Textos - Entrada Franca

Nenhum comentário:

Postar um comentário