1 de agosto de 2011

MAURÍCIO RICARDO discute o tema A LITERATURA QUE PROVOCA O TEATRO, no CABEÇA ATIVA de agosto



Cabeça Ativa: A LITERATURA QUE PROVOCA O TEATRO. com Maurício Ricardo (MT)


Ação de interferência positiva para saltos criativos no processo de integração dos grupos locais de teatro e interessados, fortalecendo subsídios para que este coletivo crie a autonomia necessária para dar continuidade à pesquisa dentro e fora do projeto. Configura-se como um programa sistemático de estudos, desenvolvido a partir de temáticas pré-estabelecidas.

Sobre o Tema: ``No pregador podem-se considerar cinco circunstâncias: a pessoa, a ciência, a matéria, o estilo, a voz. A pessoa que é, e ciência que tem, a matéria que trata, o estilo que segue, a voz com que fala. Vamo-las examinando uma por uma e buscando esta causa.´´ (Vieira) Neste mês o pensamento gira em torno da Literatura como provocadora de um Teatro genuíno, catártico e crítico. Quando o que interessa é o texto teatral, a literatura, a linguagem é concebida como um conjunto de metáforas. O texto apresenta em sua natureza a ambigüidade, permeado por múltiplos sentidos, sugestões e sinalizações. É necessário que se perceba a profundidade de sentidos, sem deter-se apenas na sua leitura superficial. Assim, Literatura e Teatro realizam suas funções. Que funções? 

SESC Arsenal - 02, 03, 09 e 17/08 - 19h - Banco de Textos - Entrada Franca

Nenhum comentário:

Postar um comentário