11 de julho de 2011

SONORA BRASIL apresenta COMITIVA DE SÃO BENEDITO DA MARUJADA DE BRAGANÇA (PA)



COMITIVA DE SÃO BENEDITO DA MARUJADA DE BRAGANÇA
Comitiva é a denominação dada para grupos de foliões que peregrinam com a imagem da São Benedito, cantando folias, rezando ladainhas e visitando casas de promesseiros em grande parte da região nordeste do estado do Pará, chegando até cidades do Maranhão.
A Comitiva de São Bendito da Marujada de Bragança, constituída para o projeto Sonora Brasil, é formada pelos cantadores Zezinho Brito, rezador há mais de 20 anos e encarregado por uma das três comitivas existentes, Rafael Almeida, Waldir Santos e Nazareno Nascimento, que, além de entoarem os cânticos, tocam, respectivamente, o tambor, o pandeiro, o reco-reco e a onça (cuíca grave).
Com a finalidade de apresentar as músicas instrumentais que acompanham a dança da Marujada em dezembro, Mestre Zito, rabequeiro oficial da Marujada de Bragança, e Júnior Soares, cantador, banjista e violonista, pesquisador da cultura amazônica, se integram ao grupo para apresentarem os seis ritmos típicos da celebração: a roda, o retumbão e o chorado (afro-brasileiros); a mazurca, o xote e a contradança (europeus).
Data: 12/07/2011
Local: Teatro do SESC Arsenal
Entrada Franca


Sobre o Projeto


O Sonora Brasil - Formação de Ouvintes Musicais  é um projeto temático que tem como objetivo desenvolver programações identificadas com o desenvolvimento histórico da música no Brasil.

Pela primeira vez, em sua 14ª edição, o projeto apresenta  dois temas – Sotaques do Fole e Sagrados Mistérios: vozes do  Brasil – que serão desenvolvidos no biênio 2011/2012, com a participação de quatro grupos em cada tema. 

Em 2011, o primeiro tema circula pelos estados das regiões  Sul e Sudeste, enquanto o segundo segue pelos estados das  regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Em 2012, na 15ª edição, procede-se a inversão para que os grupos concluam o circuito nacional. Com essa nova metodologia, o projeto passa a ter um planejamento bienal, contando com a participação de oito grupos, em circuitos com duração de aproximadamente 70 dias em  cada ano.


Sagrados Mistérios: vozes do Brasil apresenta repertório da música vocal presente nas festividades populares em devoção  às entidades religiosas, trazendo os cânticos das Caixeiras  do Divino (MA), da Comitiva de São Benedito da Marujada de  Bragança (PA) e da Banda de Congo Panela de Barro (ES). 

Representando a música de concerto, o Quarteto Colonial (RJ)  apresenta repertório composto pelos mestres de capela para o ofício religioso da igreja católica e a obra de compositores modernos e contemporâneos inspirada nesse universo.

Em cumprimento à sua missão de difundir o trabalho de artistas que se dedicam à construção de uma obra de fundamentação artística não comercial, o Sonora Brasil consolida-se como o maior projeto de circulação musical do país. Em 2011, são 420 concertos, em 110 cidades, a maioria distante dos grandes centros urbanos. A ação possibilita às populações o contato com a qualidade e a diversidade da música brasileira e contribui de forma significativa para o conjunto de ações desenvolvidas pelo SESC visando à formação de plateia. Para os músicos, propicia uma experiência ímpar, colocando-os em condição privilegiada para a difusão de seus trabalhos e, consequentemente, estimulando suas carreiras. 

O projeto Sonora Brasil busca despertar no público um olhar crítico sobre a produção e sobre os mecanismos de difusão de música no país, incentivando novas práticas e novos hábitos de apreciação musical, promovendo apresentações de caráter essencialmente acústico, que valorizam a pureza do som e a qualidade das obras e de seus intérpretes.




Nenhum comentário:

Postar um comentário