17 de abril de 2014

EXPOSIÇÃO RICARDO AZEVEDO, O CONTADOR DE HISTÓRIAS

A exposição contempla um ramo importante da obra de Ricardo Azevedo, como autor, ilustrador, pesquisador e pensador, que é a inspirada na Cultura PopularBrasileira. Esse recorte será feito com painéis de ilustrações, mostra de fotos do arquivo pessoal, vídeo com entrevistas concedida pelo autor e aconchegante espaço para leitura disponibilizando os principais livros do homenageado.

Período da exposição: 17/04 a 15/06
Terça a Sexta das 14h às 21h
Sábados, Domingos e Feriados 16h às 20h
Foyer do Teatro - Sesc Arsenal - Gratuito

Semana Sesc de Leitura e Literatura começa nesta terça-feira (22) no Sesc Arsenal

Escritor Ricardo Azevedo abre o evento com palestra sobre 
Literatura, Escola e Sistema Cultural Dominante


Escritor Ricardo Azevedo
fará palestra nesta terça
Abril é o mês de nascimento de Monteiro Lobato e é quando comemora-se a Literatura Infantil. E é também quando o Sesc Arsenal promove a Semana Sesc de Leitura e Literatura, que acontece entre 22 e 27 de abril.

Durante seis dias crianças, jovens e adultos poderão participar gratuitamente de oficinas, palestras, conversa com escritores, exibição de filmes com temas literários, apresentações de espetáculos, narração de histórias, e de leituras e intervenções poéticas de textos literários.
A programação da Semana traz à capital mato-grossense escritores brasileiros renomados como Ricardo Azevedo, Fernando Bonassi, Tino Freitas e Marília Pirillo. Escritores locais, como Ivens Scaff e Marta Cocco também estarão presentes.

No dia 22, às 19h30, o escritor e pesquisador Ricardo Azevedo ministra a palestra “Literatura, Escola e Sistema Cultural Dominante”. Com livros premiados e publicados no exterior, Azevedo abordará questões ligadas a forma como a literatura é apresentada na escola e vista nos dias de hoje.

No dia seguinte, 23 de abril, às 14h, o evento terá a palestra “A Mediação da leitura como instrumento de formação do leitor na comunidade – a experiência no projeto Roedores de Livros” com o jornalista e músico Tino Freitas. Roedores de Livros é um projeto que promove ações de incentivo à leitura junto às crianças no entorno de Brasília. Freitas discutirá sobre mediação de leitura e da experiência necessária para ajudar a formar leitores. Entre suas obras estão “Cadê o Juízo do Menino?", "Controle Remoto" e "Quem quer Brincar Comigo?".

Programação para todos os gostos
No mesmo dia, à noite, às 19h30, Fernando Bonassi, escritor e roteirista de cinema irá conversar sobre sua criação literária no cinema (Carandiru, Cazuza – O Tempo não Pára e Lula – O Filho do Brasil) e na TV (Mundo da Lua e Castelo Rá Tim Bum para a TV Cultura de SP e Força Tarefa para a Rede Globo). Bonassi debaterá a entrada da periferia na paisagem da cultura, e como a indústria cultural está reagindo a isto. Já entre os dias 26 e 27 o contador de histórias Antonio Rocha, radicado nos Estados Unidos, ministra o curso "Expressão Corporal, Mímica e Voz se unem para Criar um Milhão de Personagens", onde serão abordadas as transições no decorrer da narrativa.

Haverá também uma série de oficinas para professores, bibliotecários, escritores, ilustradores, contadores de histórias e outros profissionais do livro e da leitura. Entre as oficinas está “Quando o livro conta a história – a transformação do livro: de mero suporte de palavras e imagens, para importante instrumento para o contar a história”, com Tino Freitas. Já Marília Pirillo ministrará “Lendo livros por inteiro: texto, projeto gráfico e ilustrações” Marília, em 1995, ilustrou seus primeiros livros de literatura para crianças e não parou mais. Tem mais de 60 livros publicados com suas ilustrações e sete títulos como escritora. Um deles é o “Passarim de Barros”, que homenageia o poeta Manoel de Barros, onde é feita uma pequena introdução ao “universo manoelês”, suas características, neologismos e temáticas para incentivar a leitura e o trabalho com a poesia em sala de aula.


Veja a programação completa da Semana Sesc de Leitura e Literatura clicando aqui

13 de abril de 2014

SONORA BRASIL LEVA MAIS DE 450 APRESENTAÇÕES AOS PALCOS BRASILEIROS

Promovido pelo Sesc, maior projeto de circulação musical do país traz nova temporada com programação relacionada às raízes dos tambores e ao compositor Edino Krieger 

Começa no próximo dia 15 de abril a 17ª edição do circuito Sonora Brasil - Formação de Ouvintes Musicais, maior projeto de circulação musical do país, promovido pelo Sesc. Até o fim do ano, serão 454 apresentações de oito grupos em 123 diferentes cidades, com os temas Tambores e Batuques e Edino Krieger e as Bienais de Música Brasileira Contemporânea. A abertura acontece no Teatro do Sesc Arsenal em Cuiabá, com os grupos Raízes do Bolão (AP) e Quinteto Brasília (DF).

“Este ano, o tema Tambores e Batuques passa pelas regiões Sul e Sudeste, e Edino Krieger e as Bienais de Música Brasileira Contemporânea no Norte, Nordeste e no Centro-Oeste do país, invertendo o circuito apresentado em 2013. O projeto bianual permite que os grupos passem por todas as regiões do Brasil.”, explica Thiago Sias, assessor da equipe música do Departamento Nacional do Sesc.

A cada nova edição, o Sonora Brasil consolida-se como o maior projeto de circulação musical e leva para diversas cidades de todos os estados do país as obras das Bienais de Música Brasileira Contemporânea, que raramente são executadas fora do eixo Rio-SP. O Projeto contribui para o conjunto de ações desenvolvidas pelo Sesc, visando à formação de plateia. Raízes do Bolão, Samba de Cacete da Vacaria, Raízes do Samba de Tocos, Alabê Ôni, Quinteto Brasília, Quarteto Belmonte, Octeto do Polyphonia Khoros e Duo Cancionâncias são os grupos que constam das programações, que se identificam com o desenvolvimento histórico da música no Brasil.

Edino Krieger em Cuiabá 

Artistas e pesquisadores de Cuiabá terão oportunidade de receber o próprio Edino Krieger para uma Palestra sobre o tema Bienais de Música Brasileira Contemporânea no auditório do Instituto de Linguagens da UFMT, no dia 14 de abril, as 14h. Junto a Krieger também participarão representantes dos grupos que circularão este ano no país apresentando a sua obra. Esse encontro objetiva o compartilhamento de conhecimento sobre o tema, experiências e informações com os alunos de música da universidade. Essa palestra é aberta ao público em geral.


Sobre o Sonora Brasil:

O Sonora Brasil tem a proposta de despertar um olhar crítico sobre a produção e sobre os mecanismos de difusão de música no país. Todas as apresentações são essencialmente acústicas, valorizando qualidade das obras e de seus intérpretes. Desde a sua primeira edição, em 1998, já passaram pelo projeto cerca de 70 grupos, em mais de 3.500 apresentações por todo o país, alcançando um público superior a 500 mil espectadores. A cada dois anos, dois temas são desenvolvidos buscando aprofundar a relação do público com aspectos relevantes da música no país. Os conteúdos abordados são apresentados através de concertos e complementados com um catálogo distribuído ao público gratuitamente, com informações detalhadas sobre o tema e sobre os grupos participantes.

Os temas: 

Tambores e Batuques apresenta manifestações da tradição oral presentes em comunidades quilombolas, que têm o tambor como um elemento fundamental e, em alguns casos, sagrado. Os grupos circularão utilizando instrumentos fabricados artesanalmente, de acordo com as tradições de suas comunidades, apresentando repertório de cânticos que aludem a fatos da vida social, ao trabalho e às crenças religiosas. Grupos: Raízes do Bolão, Samba de Cacete da Vacaria, Raízes do Samba de Tócos e Alabê Ôni.

Edino Krieger e as Bienais de Música Brasileira Contemporânea traz à tona a força deste compositor relevante para o desenvolvimento da música no Brasil, que teve reconhecida atuação também com crítico e produtor musical, criador do mais importante evento da música contemporânea no país, as Bienais de Música Brasileira Contemporânea. Grupos: Quinteto Brasília, Quarteto Belmonte, Octeto do Polyphonia Khoros e Duo Cancionâncias.


LANÇAMENTO NACIONAL SONORA BRASIL – CIRCULAÇÃO 2014

Palestra: Bienais de Música Contemporânea – Com Edino Krieger (SC)
Data: 14/04/2014 - Horário: 14h – Local: Auditório do IL – UFMT – Entrada Franca

Concerto de Lançamento – Com Raizes do Bolão (AP) e Quinteto Brasília (DF)
Data: 15/04/2014 - Horário: 19h - Local: Teatro | Sesc Arsenal
Entrada Franca - Ingressos distribuídos 01 hora antes do espetáculo. 
Informações: (65) 3616-6901

7 de abril de 2014

COMPANHIA TEATRO PORTÁTIL APRESENTA VALSA Nº 6 NO SESC RONDONÓPOLIS

“Valsa nº 6”, monólogo escrito em 1951, apresenta uma menina assassinada aos quinze anos que tenta se lembrar do que aconteceu. As imagens chegam aos pedaços e ela vai reconstituindo o passado, ainda recente, até descobrir que está morta. A montagem da companhia Teatro Portátil, sucesso de público no Rio de Janeiro, volta aos palcos no Sesc Rondonópolis, nos dias 12 e 13 de abril de 2014, às 19h30.
A encenação utiliza recursos da linguagem de animação para valorizar a poética do texto, já que “a peça tem o formato de um poema dramático”, diz o diretor Alexandre Boccanera. Em cena Flávia Reis, Julia Schaeffer e Guilherme Miranda, que também assina a direção musical, manipulam a protagonista do espetáculo: a boneca Sônia. Sem descaracterizar o monólogo a boneca contracena com seus manipuladores para dar vida ao universo poético da peça.
A ideia de adaptar o texto de Nelson Rodrigues para o teatro de animação partiu de Flávia Reis, que faz a voz e manipula a cabeça e um dos braços da boneca. A atriz destaca que a temática da peça foi primordial para a escolha. “A peça questiona nossa existência. Colocar uma boneca - um objeto inanimado - em cena, cheio de vida, indagando ao espectador sobre o que é estar vivo, representa para mim uma metáfora dessa questão”.
No palco, além da boneca, estão as memórias de Sônia, projetadas em filmes de animação. A proposta é trabalhar com diferentes dimensões narrativas e metafóricas, reais e fictícias, presentes na peça. “É uma experiência estética muito especial”, define Flávia. A boneca foi confeccionada pelo bonequeiro Raimundo Bento, do Giramundo, de Belo Horizonte, inspirada na estética do filme “A Noiva Cadáver” de Tim Burton. Beatriz Carvalho e Diogo Nil Cavalcanti, dupla radicada no Canadá, assinam os filmes de animação que projetam as imagens das lembranças de Sônia. Um piano fragmentado e projeções de desenhos animados compõem o cenário do espetáculo.
“Valsa Nº 6” foi contemplada pelo Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz/ 2013 para circular pelas cidades de Brasília, Campo Grande, Cuiabá e Rondonópolis.

COMPANHIA TEATRO PORTÁTIL
Há oito anos sediada na cidade do Rio de Janeiro, a companhia Teatro Portátil desenvolve uma pesquisa continuada sobre a linguagem do teatro de animação. Com o material dessa pesquisa, criou os espetáculos “2 Números”, “As Coisas” e “Valsa nº6”.
A primeira montagem, “2 Números”, teve apoio do Programa de Bolsas Vitae de Artes, estreou em 2005 e participou de diversos festivais de animação nacionais e internacionais, com destaque para apresentações em Cabo Verde e na Espanha. Esteve em cartaz no Teatro de Arena da Caixa Cultural do Rio de Janeiro em 2008, no SESC Avenida Paulista em 2009, no Teatro da Caixa Cultural de Curitiba em 2010, no Sesc Santo Amaro/SP em 2011 e no Teatro Fashion Mall/RJ em 2014. “As Coisas”, produzido com patrocínio do Banco do Brasil, estreou em 2010 e esteve em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília e do Rio de Janeiro. Em 2011, integrou a programação do 5° FITA Floripa – Festival Internacional de Teatro de Animação de Florianópolis/SC. Em 2012, foi contemplada com o FATE – Fundo de Apoio ao Teatro da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, reestreou no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro e circulou por espaços culturais da cidade. Em 2013, esteve em cartaz no Teatro Fashion Mall/RJ. “Valsa nº6” contemplada com o FATE – Fundo de Apoio ao Teatro da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro estreou em 2012 no Teatro I do Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro. Em 2013, esteve em cartaz no Teatro de Arena da Caixa Cultural do Rio de Janeiro.

FICHA TÉCNICA
Texto: Nelson Rodrigues
Direção: Alexandre Boccanera
Elenco – Flávia Reis, Julia Schaeffer e Guilherme Miranda
Desenho Animado – Estúdio Donguri (Beatriz Carvalho e Diogo Nii Cavalcanti)
Trilha Sonora– Guilherme Miranda
Cenário – Suiá Burger Ferlauto
Figurino – Antônio Guedes
Boneca – Raimundo Bento
Iluminação – Aurélio de Simoni
Maquiagem – Mona Magalhães
Preparação corporal – Joana Ribeiro e Marito Olsson-Forsberg
Produção – Boccanera Produções Artísticas
Realização – Teatro Portátil
Produção local – Nalva Sysnandes

SERVIÇO
VALSA Nº6
Apresentações:
12 e 13 de abril de 2014, às 19h30
Sesc Rondonópolis:
Rua K Quadra 197 – Sagrada Família- Rondonópolis-MT
Telefone: (66) 3411-1498
Bilheteria: 2ª a 6ª feira – Das 9h às 20h e sábado : 9h às 17h
Classificação etária: 14 anos
Entrada Franca

21 de março de 2014

"Quadrinhos em Revista", de Yasmin Nadaf, em exposição no Palácio Paiaguás

A partir desta sexta-feira (21) tem início, no Palácio Paiaguás, a exposição Quadrinhos em Revista, formada por materiais de pesquisas e da coelação pessoal de Yasmin Nadaf. A pesquisadora apresenta ao público quadrinhos locais, nacionais e internacionais desde o século 19. A exposição que já passou pelas unidades do Sesc Arsenal, Cáceres, Poxoréu e Rondonópolis fica na sede do Governo de Mato Grosso até o dia 25 de Abril.

O interesse pelos quadrinhos e pela literatura surgiu na infância da colecionadora cuiabana. Yasmin considera os quadrinhos como muito importantes, pois incentiva a leitura e a arte de criação. Para ela são pontos que unem duas artes (textos e desenhos) que se encontram para contar história, e formam a capacidade do desenvolvimento artístico cultural, além de estimular o hábito pela leitura.
A exposição apresenta um amplo e significativo panorama da trajetória das Histórias em Quadrinhos, expondo originais de obras clássicas e modernas, que refletem as tendências da aventura, da ação e do humor. O trabalho da curadora Rosana Schmitt visa à comunicação direta com o público, possibilitada por painéis contendo textos e imagens com a intenção de provocar a reflexão do público diante dos originais expostos.

A pesquisa feita para a exposição percorreu etapas e manifestações importantes do universo HQ, resultando em uma proposta expositiva com formato coeso. Apresenta, além da sua história, também desenhistas, ilustradores, roteiristas, editores e, por consequência, personagens importantes das HQs. Privilegiando as histórias em quadrinhos brasileiras e apresentando um recorte significativo dos quadrinhos mato-grossenses.
O acervo apresentado compõe-se, principalmente, de obras em quadrinhos produzidas em língua portuguesa com exemplares raros de algumas edições da famosa revista “O Tico-Tico”, também conhecida como o "jornal das crianças", que surgiu em 1905 e foi com certeza a revista infantil mais popular do Brasil em sua época, responsável por educar, inspirar brincadeiras e originar novas histórias na imaginação de milhares de crianças impulsionando o hábito da leitura. Yasmin tem publicação da década de 30, desta revista, que tornou-se a preferida do público por 50 anos e definiu uma nova etapa na história da literatura brasileira.

A organização desta exposição se dá de forma a trazer mais informações que possam também colaborar para uma melhor compreensão da relação que as HQs estabelecem com material literário, através de exemplares da inestimável “Edição Maravilhosa”, da década de 50, juntamente com exemplares da Coleção Grandes Clássicos em Graphic Novel de 2007, e clássicos da literatura como O Alienista, Dom Quixote e outros.

A exposição estará aberta ao público de 21 de Março a 25 de Abril, de segunda a sexta-feira das 08h às 12h e das 14h às 17h30 no Palácio Paiaguás.

Agendamento pelo telefone 3613-4360 (falar com Flávia)

18 de março de 2014

Sesc Dança em Cena (março)

sons_deserto (8)amores (1)amores (2)amores (3)amores (4)amores (5)
amores (6)amores (7)amores (8)amores (9)amores (10)raizes (1)
raizes (2)raizes (3)raizes (4)raizes (5)raizes (6)raizes (7)
raizes (8)raizes (9)raizes (10)sons_deserto (1)sons_deserto (2)sons_deserto (3)

Sesc Dança em Cena (março), um álbum no Flickr.

Via Flickr:
Espetáculos apresentados no Sesc Arsenal nos dia 14, 15 e 16/03

14/03 às 20h
RAÍZES - Diamond Crew (Cuiabá-MT)

15/03 às 20h
OS SONS DO DESERTO - Cia. de Dança Nathasha Said (Cuiabá-MT)

16/03 às 20h
AMORES - Ingrid Beatriz

14 de março de 2014

Cuiabá e Rondonópolis recebem Mostra Encontro com o Cinema Alemão

O Sesc Mato Grosso, em parceria com o Goethe Institut, traz para Cuiabá e Rondonópolis um panorama do cinema alemão, com filmes produzidos no final do século XX e início do século XXI. Ao todo, são dez produções prestigiadas como Adeus, Lenin!, de Wolfgang Becker e Yella, de Christian Petzold
.
Em Cuiabá, a Mostra, que é uma ação do calendário da Temporada Alemanha + Brasil 2013-2014 acontece no Sesc Arsenal de 19 a 23 de março. Já no Sesc Rondonópolis a programação começa já na segunda (17) até sábado (22). As faixas etárias dos filmes variam de 12 a 16 anos.

Para ver a programação completa do Sesc Arsenal clique aqui

Para ver a programação completa do Sesc Rondonópolis clique aqui

13 de março de 2014

Processo Seletivo Sesc Mato Grosso

Venha trabalhar no Sesc Mato Grosso.

Vagas para:
Atendente de Consultório Dentário 
Auxiliar de Manutenção e Cargas 
Analista Administrativo 
Analista de TI 
Artífice de Manutenção (Serralheiro e Eletricista)
Auxiliar de Serviços 
Auxiliar Administrativo 
Barman 
Bibliotecário 
Garçom 
Instrutor 
Inspetor de alunos 
Professor – Educação Fundamental 
Professor – Educação de Jovens e Adultos 
Professor – Língua Inglesa 
Recepcionista 
Técnico Administrativo 
Técnico de Programas Sociais
Técnico de Segurança do Trabalho

Inscrições presenciais até 17/03/2014

7 de março de 2014

DEIVISON E CLÉO BRANCO

_MG_7609 (Large)_MG_7610 (Large)_MG_7613 (Large)_MG_7617 (Large)_MG_7618 (Large)_MG_7619 (Large)
_MG_7620 (Large)755A7939 (Large)755A7940 (Large)755A7941 (Large)755A7946 (Large)755A7949 (Large)
755A7958 (Large)755A7959 (Large)755A7969 (Large)755A7974 (Large)755A7984 (Large)755A8000 (Large)
755A8006 (Large)755A8124 (Large)755A8126 (Large)755A8127 (Large)755A8128 (Large)755A8129 (Large)

DEIVISON E CLÉO BRANCO, um álbum no Flickr.

Ciclo Arsenal de Música: Apresentação de Duo Violino e Piano, com Deivison e Cléo Branco
26 e 27/02/2014 no Sesc Arsenal