20 de agosto de 2014

O Sesc Amazônia das Artes continua no Arsenal

E o Sesc Amazônia das Artes continua hoje (20/08 às 20h) no Arsenal
"Carimbó Eletro Seco" - Ben Charles e Los The Os (RR)

As músicas falam da cultura amazônica com letras inspiradas nos costumes etno culturais e na urgência das causas ambientais envolvidas com ritmos caribenhos, amazônicos e principalmente pelos solos originais e tocantes da sua guitarra lembrando os mestres das guitarras do Pará.

#vemprosesc

Livre para todos os públicos

Programação completa clique aqui


19 de agosto de 2014

Suspense “Um estranho no lago” é atração no Imagens em Pauta

Dois homens vivem uma história de desejo e perigo em um lago usado como praia nudista em “Um estranho no lago” (L'Inconnu du Lac, 2013), de Alain Guiraudie, atração dessa terça-feira, 19/08, às 19:00, no Cine Sesc Arsenal. Classificação indicativa: 18 anos.

O filme integra programação do oitavo ano de exibições do “Imagens em Pauta”, projeto realizado pelo Sesc Mato Grosso em parceria com a Pró-reitoria de Cultura, Extensão & Vivência, Cineclube Coxiponés e Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal de Mato Grosso. Cada sessão é iniciada com informações sobre o filme programado. Após exibição, os participantes conversam sobre o filme e depois são convidados a tomar um gostoso cappuccino oferecido pelo Sesc Mato Grosso.

O diretor e roteirista Alain Guiraudie nasceu em 15 de julho de 1964. Cresceu em uma família de agricultores e desenvolveu uma paixão desde muito jovem por cultura popular. Em 1990, dirigiu seu primeiro curta-metragem, “Les héros sont immortels”. Influenciado por Georges Battaille e abertamente gay, Guiraudie dirigiu diversos filmes relacionados ao universo LGBT (sigla para Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros, utilizada para identificar orientações sexuais diferentes da heterossexual, bem como manifestações de identidade de gênero divergentes do sexo designado no nascimento).

Sobre o filme
Em pleno verão, um lago é usado como praia nudista por vários homens. Eles sentem-se à vontade no local e usam o bosque às margens do lago para ter relações sexuais. Um dos frequentadores mais assíduos é Franck (Pierre Deladonchamps), que um dia faz amizade com Henri (Patrick d'Assumçao), um homem solitário que vai ao lago em busca de paz, sem aparentar interesse pelos homens do local. Com o desenrolar dos dias e as conversas constantes, eles se tornam amigos. Entre os dias que passam e as conversas com Henri, Franck desenvolve uma irresistível e perigosa atração por Michel (Christophe Paou), um novato no lago.

Guiraudie propõe um desafio ao espectador: sentir na pele, vivenciar visceralmente o híbrido de desejo e medo que estimula o protagonista, envolvido em um arriscado jogo por prazer, completamente vulnerável ao risco. Em 2013, “Um estranho no lago” foi exibido no Festival de Cannes, onde recebeu a Queer Palma (prêmio concedido ao melhor filme de temática LGBT) e o prêmio de melhor direção na seção “Un Certain Regard” do Festival.

Próximo filme
Na próxima semana, o Imagens em Pauta continua o “Ciclo Cinema Francês Recente” com a exibição de “Os belos dias” (França, 2013, 94 minutos), de Marion Vernoux.
Sobre o Sesc Arsenal
O Sesc Arsenal é um centro cultural que conta com espaços como Biblioteca, Banco de Textos de Artes Cênicas, Teatro, Centro de Difusão e Realização Musical, Galeria de Arte e Choperia. Confira as atividades culturais que este centro cultural oferece através do blog www.sesc-mt.blogspot.com ou pelo telefone 3611 0550.

A programação do “Imagens em Pauta” é gratuita e direcionada aos curiosos e interessados em cinema. Endereço: Rua Treze de Junho, s/nº, bairro Porto (amplo e seguro estacionamento com entrada pela rua lateral). Atenção: o estacionamento do Sesc Arsenal é gratuito para pessoas que participam das atividades culturais e recreativas da unidade (incluindo Choperia e Bulixo). É preciso carimbar o ticket de estacionamento para isentar o pagamento da taxa.


Serviço
O quê: Um estranho no lago
Direção: Alain Guiraudie
Quando: Terça-feira, 19 de agosto, às 19:00
Onde: Cine Sesc Arsenal
Classificação indicativa: 18 anos
Entrada Gratuita 

13 de agosto de 2014

PROGRAMAÇÃO SESC AMAZÔNIA DAS ARTES: 13/08

O Sesc Amazônia das Artes começou com tudo ontem e hoje tem muito mais:
Confira a programação desta quarta-feira (13) no Sesc Arsenal

Mais em: http://bit.ly/am-artes

[TEATRO]
13/08 às 20h - Teatro - “O Curupira: Um Ser Inesquecível" - Grupo Desclassificáveis (AP)

O espetáculo é uma livre adaptação do texto “Quem Matou O Curupira?” do dramaturgo amapaense Joca Monteiro, e fragmentos de textos literários de diversos autores amazônidas e relatos de narrativas populares.

Livre para todos os públicos


[CINEMA]
Abertura: Palestra "Obras da Amazônia Legal", com Maurício Rodrigues

13/08 às 19h30
Muragens, crônicas de um muro (Andrei Miralha, ani., Pará, 2009, 12min)

Muragens –Crônicas de um Muro faz uma intereferência ficcional num recorte urbano real, o entorno do muro dos fundos do cemitério da Soledade, em Belém do Pará. Apresentando situações diversas, pequenas narrativas – crônicas – nas quais o devaneio, o Non Sense, o caráter fictício da animação marcam a contação delas.


Awara Nane Putane, uma história do cipó (Sérgio Carvalho, ani., Acre, 2012, 23 min.)

Curta-metragem que conta o mito de origem do uso tradicional da ayahuasca, na versão da etnia yawanawa, que vive no coração da floresta amazônica, nas margens do Rio Gregório, no Acre. O curta é todo falado em idioma yawanawa, povo que pertence ao tronco linguístico Pano.

*Após a sessão será servido um delicioso coquetel

Não recomendado para menores de 14 anos

11 de agosto de 2014

SESC AMAZÔNIA DAS ARTES TEM NOVA EDIÇÃO EM AGOSTO NO ARSENAL



No dia 12 de agosto começa a 7ª edição da mostra Sesc Amazônia das Artes em Cuiabá. Com atrações culturais dos nove estados da Amazônia Legal (Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins), e do Piauí, a mostra reúne, no Sesc Arsenal, obras artísticas de dança, teatro, música, cinema e  artes visuais.

A proposta do Amazônia das Artes é a de mostrar ao público desses estados a rica produção cultural que existe fora dos grandes centros. Não por acaso, peças que circularam em edições anteriores ganharam prêmios nacionais ou tiveram exibições em outros circuitos. Espetáculos como o "Solamente Frida", da Cia Garotas Marotas, do Acre ou o mato-grossense "Cidade dos Outros", da Cia Pessoal de Teatro, este ano estão circulando o país por meio do Festival Palco Giratório, também promovido pelo Sesc.

O show "Inoromô", que na língua Tenetehara quer dizer "está aqui", do grupo Afrôs, do Maranhão abre a mostra da Amazônia das Artes, no Sesc Arsenal. A apresentação é um passeio a música brasileira ancestral indígena e africana através das composições autorais do grupo. No dia 13 tem a apresentação da peça de teatro “O Curupira: Um Ser Inesquecível", uma livre adaptação do texto “Quem Matou O Curupira?” do dramaturgo amapaense Joca Monteiro. Já no dia 14 é a vez do espetáculo "Tenho Flores nos Pés", do grupo Comadança, de Mato Grosso.

A programação segue com espetáculos diários até o dia 22 de agosto e a entrada para cada atração é gratuita.

Antes de chegar em Mato Grosso, a edição já circulou pelos estados do Amazonas, Roraima, Rondônia, Acre e Tocantins.  E até o final de agosto será a vez de os estados do Piauí, Pará, Amapá e Maranhão receberem os mesmos espetáculos.

Em junho haviam passado também duas exposições que fazem parte do Amazônia das Artes em Cuiabá. Simultaneamente o Sesc Arsenal abrigou a "Assédio Moral", da artista Marina Boaventura, do Tocantins e "Dos Dias que a Ausência é Marca", de Dinho Araújo, do Maranhão.


Programação Dança, Música e Teatro

[MÚSICA]
12/08 às 20h - Jardim - “Inoromô” – Grupo Afrôs (MA)

[TEATRO]
13/08 às 20h - Teatro - “O Curupira: Um Ser Inesquecível" - Grupo Desclassificáveis (AP)

[DANÇA]
14/08 às 20h - Salão Social - “Tenho Flores nos Pés” – Comadança (MT)

[MÚSICA]
15/08 às 20h - Teatro - “Luando” – Josué Costa (PI)

[DANÇA]
16/08 às 20h - Teatro - “Origens” – Nóis da Casa (AC)

[TEATRO]
17/08 às 19h - Jardim - “As Mulheres de Molière” – Cia. Visse e Versa de Ação Cênica (AC)

[MÚSICA]
17/08 às 20h - Teatro -  Vivo na Floresta” –  Grupo Imbaúba (AM)

[MÚSICA]
20/08 às 20h - Teatro- "Carimbó Eletro Seco" -  Ben Charles e Los The Os (RR)

[DANÇA]
21/08 às 20h - Jardim - “A Onda Encantada” – Tati Benone e Yash Luna (PA)

[MÚSICA]
22/08 às 20h - Jardim - “No Quintal” – Bado (RO)


[CINEMA]

Abertura: Palestra "Obras da Amazônia Legal", com Maurício Rodrigues
13/08 às 19h30
Muragens, crônicas de um muro (Andrei Miralha, ani., Pará, 2009, 12min)
Awara Nane Putane, uma história do cipó (Sérgio Carvalho, ani., Acre, 2012, 23 min.)

14/08 às 19h30 - 10 anos
Bizarrus (Simone Norberto, doc., Rondônia, 2010, 32 min.)
Atar de Pedra Canga (João Luiz Neiva, doc., Tocantins, 2009, 19 min.)

15/08 às 19h30
Matinta (Fernando Segtowick, ficção, Pará, 2010, 20 min.)
O Último Lançamento (Alex Pizano, ficção, Roraima, 2012, 8 min.)

16/08 às 19h30
Manoel Chiquitano Brasileiro (Glória Albuez e Aluízio Azevedo, doc., Mato Grosso, 2013, 25 min.)
Nó de Rosas (Glória Albuez, ficção, Mato Grosso, 2007, 15 min.)

Juliette Binoche estrela filme sobre estudantes prostitutas

Em sua última reportagem para uma revista de prestígio, jornalista mergulha em uma rede de prostituição guiada por duas jovens universitárias em “Elles” (Elles, 2011), de Malgorzata Szumowska, atração dessa terça-feira, 12/08, às 19h00min, no Cine Sesc Arsenal.  

O filme integra programação do oitavo ano de exibições do “Imagens em Pauta”, projeto realizado pelo Sesc Mato Grosso em parceria com a Pró-reitoria de Cultura, Extensão & Vivência, Cineclube Coxiponés e Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal de Mato Grosso. Cada sessão é iniciada com informações sobre o filme programado. Após exibição, os participantes conversam sobre o filme e depois são convidados a tomar um gostoso cappuccino oferecido pelo Sesc Mato Grosso.

 Małgorzata Szumowska nasceu em Cracóvia, Polônia, em 1973. Ela passou dois anos estudando História da Arte na Universidade Jagiellonian, antes de começar os estudos de cinema. A diretora se formou na célebre faculdade de cinema de Łódź, onde também estudaram os cineastas poloneses mais conhecidos internacionalmente: Andrzej Wajda, Roman Polanski e Krzysztof Kieślowski. Ainda estudante, Szumowska fez seu primeiro curta-metragem, “Cisza” (Silêncio), documentário em que tentou capturar a vida simples de uma família rural polaca.

Szumowska trabalhou também como co-produtora de “Anticristo”, filme de Lars von Trier lançado em 2009. Em 2011, ela terminou seu primeiro projeto internacional, “Elles”, estrelado por Juliette Binoche. A estreia mundial de Elles ocorreu no Festival Internacional de Toronto. Em 2013, por “Em nome de...”, recebeu o Prêmio Teddy de Melhor Filme com Temática LGBT no 63º Festival Internacional de Berlim.

Sobre o filme
Jornalista de uma grande revista voltada para o público feminino, Anne (Juliette Binoche) trabalha em uma matéria sobre a prostituição estudantil. Ela consegue os depoimentos de duas estudantes de Paris, Alicja (Joanna Kulig) e Charlotte (Anaïs Demoustier), que abrem suas vidas sem pudor ou vergonha. Tais confissões acabam ecoando no dia a dia de Anne e interferindo em seus relacionamentos pessoais.

Diferindo do comum retrato onde a prostituição representa o único caminho possível para fugir da miséria, em “Elles” a cineasta Malgorzata Szumowska constroi um filme no qual as personagens escapam de um olhar que as vitimize ou as condene moralmente. Aqui, a vontade própria parece guiar as decisões dessas garotas que Anne encontra em sua pesquisa.

Próximo filme
Na próxima semana, o Imagens em Pauta continua o “Ciclo Cinema Francês Recente” com a exibição de “Um estranho no lago” (França, 2013, 92 minutos), de Alain Guiraudie. Não perca! Se você deseja ser avisado sobre as exibições do projeto envie um email para imagensempauta@gmail.com com a informação “Cadastrar e-mail”. Para outras informações, siga o “Imagens em Pauta” no Twitter: @ImagensEmPauta.

Sobre o Sesc Arsenal
O Sesc Arsenal é um centro cultural que conta com espaços como Biblioteca, Banco de Textos de Artes Cênicas, Teatro, Centro de Difusão e Realização Musical, Galeria de Arte e Choperia. Confira as atividades culturais que este centro cultural oferece através do blog www.sesc-mt.blogspot.com ou pelo telefone 3611 0550.

A programação do “Imagens em Pauta” é gratuita e direcionada aos curiosos e interessados em cinema. Endereço: Rua Treze de Junho, s/nº, bairro Porto (amplo e seguro estacionamento com entrada pela rua lateral). Atenção: o estacionamento do Sesc Arsenal é gratuito para pessoas que participam das atividades culturais e recreativas da unidade (incluindo Choperia e Bulixo). É preciso carimbar o ticket de estacionamento para isentar o pagamento da taxa.

Para cancelar o recebimento deste boletim, envie uma mensagem com o Assunto “Cancelar Recebimento” para imagensempauta@gmail.com.

Serviço
O quê: Elles
Direção: Malgorzata Szumowska
Quando: Terça-feira, 12 de agosto, às 19h00min
Onde: Cine Sesc Arsenal
Classificação indicativa: 16 anos
Entrada Gratuita

4 de agosto de 2014

CINEBIOGRAFIA DE SERGE GAINSBOURG INICIA "CICLO CINEMA FRANCÊS RECENTE" NO IMAGENS EM PAUTA

Assessoria - Nos anos 1960, Serge Gainsbourg é apenas um jovem poeta que vaga pelas ruas de Paris, decidido a abandonar a pintura para cantar em clubes noturnos em “Gainsbourg, o homem que amava as mulheres” (Gainsbourg: vie héroïque, 2010), de Joann Sfar, atração dessa terça-feira, 05/08, às 19h, no Sesc Arsenal.        
O filme integra programação do oitavo ano de exibições do “Imagens em Pauta”, projeto realizado pelo Sesc Mato Grosso em parceria com a Pró-reitoria de Cultura, Extensão & Vivência, Cineclube Coxiponés e Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal de Mato Grosso. Cada sessão é iniciada com informações sobre o filme programado. Após exibição, os participantes conversam sobre o filme e depois são convidados a tomar um gostoso cappuccino oferecido pelo Sesc Mato Grosso.

Joann Sfar nasceu em Nice, França, em 1971 e sempre foi fã do cantor. “Ele era o único cantor francês com atitude. Quando ligava TV na França, na década de 1970, ele era o único cara que se referia a sexo, álcool e a falta de sentido na vida, por isso era muito atraente. Ele era o cara que fazia você sonhar em como seria legal ser adulto”, disse em uma entrevista ao Los Angeles Times.

O projeto foi originalmente concebido para que Charlotte Gainsbourg - filha de Serge na vida real e atriz conhecida pelas suas parcerias com o diretor Lars Von Trier -, pudesse interpretá-lo. O filme deveria ganhar um tom ainda mais surreal com jeito de conto-de-fadas. Porém, após seis meses de ensaios e preparação, Charlotte abandonou o projeto, alegando que estava sendo emocionalmente doloroso para ela e, portanto, Sfar teria que fazer seu "belo filme" sem sua presença. Sfar estava decidido a abandonar o projeto quando ficou encantado pelo ator Eric Elmosnino e seguiu adiante.

Sobre o filme

“Gainsbourg, o homem que amava as mulheres” traz um olhar, às vezes factual, às vezes fantasioso, acerca da vida de Serge Gainsbourg (Eric Elmosnino), desde seu nascimento, em 1940, na Paris ocupada pelos nazistas, passando pelos seus bem-sucedidos anos como cantor e compositor na década de 1960, até sua morte em 1991, com 62 anos.

O filme é adaptado da graphic novel escrita pelo próprio diretor Joann Sfar. A animação da abertura também é baseada em desenhos feitos por ele. De modo geral, a crítica especializada avaliou positivamente a obra, classificando-o como um feliz retrato da vida desmedida do mais controverso dos cantores franceses.

Próximo filme

Na próxima semana, o Imagens em Pauta continua o “Ciclo Cinema Francês Recente” com a exibição de “Elles” (França, 2012, 110 minutos), de Malgorzata Szumowska. Não perca! Se você deseja ser avisado sobre as exibições do projeto envie um email para imagensempauta@gmail.com com a informação “Cadastrar e-mail”. Para outras informações, siga o “Imagens em Pauta” no Twitter: @ImagensEmPauta.

10 de julho de 2014

Processo Seletivo 03/2014 - Sesc Mato Grosso

Venha trabalhar no Sesc Mato Grosso.
Edital completo: http://www.sescmatogrosso.com.br/sesc-mato-grosso/processoseletivo

Vagas para:
Analista Administrativo
Analista de Programas Sociais
Assistente Social
Atendente de Consultório Dentário
Auxiliar de Biblioteca
Auxiliar de Manutenção e Cargas
Auxiliar de Serviços
Cozinheiro
Garçom
Professor Auxiliar
Professor I – Educação Complementar
Professor I – Educação de Jovens e Adultos
Professor I – Educação Fundamental
Professor I – Educação Infantil
Professor II – Educação Fundamental
Técnico Administrativo
Técnico de Programas Sociais
Técnico em Informática

Para as cidades: Cáceres, Cuiabá, Juscimeira, Poxoréu e Rondonópolis.
Inscrições presenciais no dias 09, 10, 11, 14, 15 e 16 de julho de 2014.

1 de julho de 2014

Paixões sem Freios é o filme do Imagens em Pauta desta terça-feira

Terça é dia de Imagens em Pauta no Sesc Arsenal. Hoje com um dos grandes clássicos de Vincente Minnelli

01/07 às 19h
Paixões sem Freios 
(The Cobweb. Vincente Minnelli, EUA, drama, 1955, 124min)

Em uma clínica psiquiátrica, uma simples troca de cortina desperta conflitos entre funcionários e pacientes, levantando a questão se, na verdade, não deveriam ser os próprios internos responsáveis pela instituição. Paixões Sem Freios é um melodrama fascinante de Minnelli, no qual o grande diretor explora, com profundidade, os dramas humanos.

30 de junho de 2014

3 de junho de 2014

Duas exposições tem abertura nesta quarta-feira (04) no Sesc Arsenal

As exposições "Dos dias que a ausência é marca" e "Assédio Moral" tem abertura no Sesc Arsenal nesta quarta (04) às 20h. Ambas fazem parte do projeto Sesc Amazônia das Artes promove a circulação e o intercâmbio de espetáculos de dança e teatro, shows musicais e exposição de obras de arte.

"Dos dias que a ausência é marca", do artista Dinho Araújo, do Maranhão apresenta um olhar crítico e poético sobre a construção da identidade, deslizando entre as fronteiras da experiência afetiva do artista e das representações ideológicas sobre a cidade de São Luís. Composta por fotos, objetos e vídeo-dança, a exposição revela uma série de vazios significantes que delineiam a imagem da capital maranhense, sobretudo na paisagem do Centro Histórico, que é marcada tanto pela força expressiva do nosso conjunto arquitetônico quanto pela sua descaracterização.

Já na performance e exposição "Assédio Moral", a artista Marina Boaventura, do Tocantins, circulará por alguns lugares de Cuiabá até chegar ao Sesc Arsenal. O trajeto será registrado em vídeo e fará parte da exposição. A obra é composta pelo vestido, costurado, pintado e bordado pela artista e sua provocação veio do período em que a artista esteve doente, se recuperando de uma grave intoxicação adquirida no ambiente de trabalho quando passou por situações de assédio moral e foi submetida, dentre outras imposições, a trabalhar em uma sala insalubre.

Serviço:
Performance / Exposição: Assédio Moral, por Marina Boaventura (TO) 
Exposição: Dos Dias que a Ausência é Marca, por Dinho Araújo (MA) 

Projeto Sesc Amazônia das Artes

Abertura: 04/06 às 20h
Período de Exposição: 04/06 a 25/06 - 3ª a 6ª das 14h às 21h
Horário de funcionamento:
Sábado, Domingo e Feriados das 16h as 21h – Galeria de Artes - Sesc Arsenal – Gratuito
Agendamento de Grupos: 65 3616-6917 ou sescarsenal.agendar@sescmatogrosso.com.br